Petrobras mira fontes renováveis

Fonte: Brasil Energia Petróleo

O acordo faz parte da estratégia da Petrobras de desenvolver negócios de alto valor em energia renovável, em parceria com grandes players globais, visando a transição para uma matriz de baixo carbono.

“O desenvolvimento de uma parceria dessa natureza tem como principais benefícios a diluição de riscos relacionados ao negócio de energias renováveis no Brasil e potenciais ganhos de escala e sinergias”, declarou a estatal nesta terça-feira.

O memorando de entendimentos tem natureza não vinculante, mas indica a intenção das empresas em trabalhar conjuntamente para desenvolver projetos nesses segmentos.

A Petrobras possui quatro parques eólicos em parceria, totalizando 104 MW instalados. Eles foram negociados no Ambiente de Comercialização Regulado (ACR) no leilão de energia de reserva de 2009 e entraram em operação em 2011. A companhia também possui uma planta de pesquisa e desenvolvimento em energia solar fotovoltaica de 1,1 MW no Rio Grande do Norte, onde estão sendo avaliadas as operações de quatro tipos de tecnologia.

A Total atua na cadeia de valor fotovoltaica pela SunPower e a Total Solar, desde a fabricação de células até o desenvolvimento de parques de energia solar ou através da instalação de usinas solares nos segmentos industrial, comercial e doméstico. Em 2017, a companhia adquiriu participação indireta de 23% na Eren Renewable Energy e, no início deste mês, finalizou a aquisição de 73,04% da Direct Energy.

Fundada em 2012, a Total Eren possui ativos de energia eólica, solar e hidrelétrica com capacidade bruta instalada de mais de 950 MW em operação ou em construção. Atualmente, a empresa desenvolve projetos de energia na América Latina, África e Ásia-Pacífico. O objetivo é alcançar uma capacidade instalada líquida global de mais de 3 GW até 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *