Enseada pede renovação de licença para concluir obras no estaleiro Paraguaçu

Fonte: Brasil Energia Petroleo

As obras, que devem ser concluídas em um ano após o início, têm por objetivo preparar o estaleiro  para atender às demandas por embarcações do tipo FPSO, navios aliviadores do tipo DP2 e embarcações militares.

A companhia concluiu em novembro do ano passado seu processo de recuperação judicial. A dívida da companhia girava em torno de R$ 900 milhões e foi gerada pelo imbróglio em torno da Sete Brasil. O estaleiro tinha contrato para construir seis navios-sonda para a armadora. Das seis sondas contratadas, apenas duas começaram a sair do papel, a Ondina, que tem cerca de 75% da obra concluída, com casco sendo feito no Japão, e Pituba, com cerca de 25% de realização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *